Oferta da entrega para encomendas superiores a 32.99€

Couve-romanesca: muito sabor e geometria não-euclediana

Esta semana a nossa agricultora biológica Ana Paula, de Famalicão, traz-nos um legume sui generis. Chama-se couve-romanesca e não passa certamente despercebida a ninguém. Além da sua cor viva verde-quase-florescente, apresenta uma aparência física bastante curiosa: é um exemplo vivo da chamada geometria fractal, onde cada parte se repete indefinidamente. É uma verdadeira maravilha da natureza!

couve romanesca receita

Da família dos brócolos e couve-flor, tem um sabor muito agradável que recorda a noz e fica saborosíssima assada, estufada, cozida a vapor ou em puré. É rica sobretudo em vitaminas C e K e - tal como a maioria dos vegetais - uma fonte fibras muito interessante. 

Temos a certeza que os foodies da comunidade Bio em Casa vão adorar :D

Sugestão: Teste esta receita ovo-lacto-vegetariana da Clara de Sousa de almôndegas com romanesca

(Fotografia: torange.biz)

 


Deixe um comentário